Os benefícios do boxe para crianças



Todos nós sabemos a importância da prática desportiva, principalmente para as crianças, por terem mais energia e necessidade de se movimentar mais, é importante também que desde muito cedo adquiram o hábito de praticar esportes, pois, senão o realizam com frequência, quando forem maiores será uma tarefa muito mais complicada e pode causar grandes problemas como estilo de vida sedentário, obesidade e outros muitos problemas de saúde advindos do sedentarismo e da falta de incentivo adequado de todo o sistema neuro-locomotor e proprioceptivo.


Atualmente a possibilidade de as crianças praticarem esportes são muito grandes, apesar da diminuição das atividades físicas ao ar livre (devido à falta de segurança em nosso país), para suprir essa demanda também surgiram novas alternativas, uma delas é o boxe infantil em projetos sociais, academias ou treinos particulares, que está se tornando cada vez mais comum, pois além de parecer um esporte muito divertido, oferece um grande número de benefícios em comparação com outros esportes.

Os principais benefícios do boxe para as crianças:

Todos os esportes trazem muitos benefícios para a saúde das crianças, sejam eles quais forem, mas o boxe infantil tem alguns benefícios extras que outros esportes mais conhecidos não oferecem, por exemplo, a defesa pessoal.

No boxe infantil (recomendado a partir dos 12 anos de idade), aprende-se um grande número de movimentos e técnicas que vão ajudar o menino ou menina a ter mais confiança, também aumenta muito a coordenação entre as diferentes partes de seu corpo, além de aumentar a velocidade e a consciência dos movimentos que realiza tanto na prática esportiva quanto nos movimentos do dia a dia.

Outro ponto forte do boxe infantil é que é necessário ter uma boa forma física que requer muita concentração para conseguir, pois devem treinar muito e manter uma vida saudável, adquirindo este importante hábito para a sua fase adulta e essa disciplina lhes ajudará a superar muitos imprevistos e dificuldades do dia a dia.

Por fim, queremos destacar também o respeito, pois há momentos em que o boxe é considerado um esporte violento, mas é o contrário, já que nos treinos se trabalha muito o respeito ao próximo, então eles vão aprender a respeitar e tratar as pessoas ao seu redor de forma adequada em todos os momentos, como professores, colegas, família, etc.


Uma coisa muito importante para você que está se formando treinador é que: no boxe infantil não é recomendado a prática de sparring entre as crianças e as atividades devem ser conduzidas seguindo o mesmo critério de um boxe recreativo, mais lúdico, aí vai da criatividade de cada treinador, implementar jogos, brincadeiras que tenham haver com o boxe e que estimulem o desenvolvimento das crianças, se lembre que a aula tem que ser segura e sobretudo divertida para os pequenos.

Algumas sugestões são trabalhar um circuito como o que realizamos em uma aula tradicional de saltar corda, sombra sem pesinhos, trabalho de pernas, sequencias de trabalho de manoplas utilizando uma raquete ou um macarrão de hidroginástica (importante não causar impactos excessivos nas crianças) em dupla ou com o treinador, trabalho em saco (neste caso substituir por um “João Bôbo” se as crianças forem muito pequenas ou um saco infantil leve com enchimento suave) com variações.


Jogos de tapinhas no ombro, tirar uma cordinha presa no short do amiguinho, pular corda em grupo, socos no saco específico (João Bôbo, almofadas ou bolas Fitness - Fitball), atividades de escola de combate mais lúdicas e suaves. A depender da idade evitar o impacto direto e que as mãos estejam sempre muito bem protegidas com bandagem e luvas adequadas para a sua idade e tamanho.


Por

Ricardo Serravalle